Transição Socialista

Lenin

17.10.2016 - Editoriais

Posição diante da candidatura de Freixo

Crivella foi apoiador dos governos petistas de primeira hora e, em seguida, ministro da Dilma. Crivella é um produto legítimo do fisiologismo lulista. Em seu programa de governo percebe-se o mal-cheiro do improviso. Este caracteriza-se mais pela ausência de qualquer programa, ou seja, pela submissão cega à irracional anarquia capitalista. O programa de Crivella é a expressão da barbárie burguesa atual.

14.03.2016 - Editoriais

13/03 e as lições de Lenin para esquerda

Lembremos algumas lições de Lenin sobre uma conjuntura que aponta para uma revolução e como a esquerda revolucionária deve se posicionar nela.

12.12.2009 - Revista Maisvalia

Revista Maisvalia7

A revista Maisvalia foi uma publicação quadrimestral, que começou a ser lançada em 2007 e durou até 2010, totalizando 9 números. Por conter artigos de grande valor, publicamos o arquivo digital da revista.

01.06.2008 - Editoriais Produções teóricas Revista Maisvalia

Lukács e a práxis revolucionária

Publicamos texto do prof. Fernando Dillenburg a respeito da trajetória do filósofo húngaro Georg Lucáks, que possui uma forte influência na esquerda brasileira. Em um exame crítico da trajetória política e teórica de Lucáks – que, em se tratando de um marxista, precisam ser pensadas de maneira indissociável –, Dillenburg mostra como seu caráter errático, que teve fases de idealismo romântico e até de esquerdismo, para afinal assentir com muitas concepções stalinistas, culminou em uma “solução” contrária à todo o espírito do marxismo: o abandono da atividade política.

20.02.1998 - Produções teóricas

Teoria (dialética) do partido ou a negação da negação leninista

O texto retoma a experiência da organização partidária desde as origens do movimento operário, passa pela transformação das organizações de trabalhadores em organizações de massa até chegar à experiência conduzida por Lênin na Rússia, que rompe com as limitações dessas formas organizativas predecessoras em uma síntese superior, que está assentada na própria dialética revolucionária de Marx, expressa no Capital.